Postagens

Mostrando postagens de 2009

Mudanças Climáticas e Crise Ambiental: possibilidades, probabilidades e esperança

*por Maurício Novaes Souza

As notícias dos efeitos das mudanças climáticas estão em toda a imprensa mundial. Isso porque, é sabido, que os impactos da mudança climática pioraram em quase todos os anos desde 1980, de acordo com um estudo divulgado no início de dezembro de 2009, pela Agência Reuters. Foi inspirado no índice de ações Dow Jones e que representa o aquecimento global em números. O novo índice da mudança climática é baseado nas temperaturas do mundo, na extensão do gelo no Ártico no verão, na concentração de dióxido de carbono na atmosfera e no nível dos mares, de acordo com o Programa Internacional Geosfera-Biosfera (IGBP). Para Sybil Seitzinger, diretora-executiva do IGBP, em entrevista coletiva durante a conferência sobre mudanças climáticas da ONU, em Copenhague, o sistema climático está mudando na direção do aquecimento do planeta. Ou seja, vivemos essa realidade e, muito poucos sabem, de fato, o que está acontecendo. Esse artigo tem a intenção de apresentar …

Plásticos Biodegradáveis ou Educação no Uso e na Disposição de Resíduos Sólidos Urbanos?

*por Maurício Novaes Souza

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) define “lixo” como todo e qualquer resíduo sólido que tenha sido produzido pela atividade humana e que não seja reaproveitado. O lixo que produzimos pode ser classificado de acordo com a fonte que o originou. Essa classificação é usada para calcular o volume de lixo gerado e serve como base para seu gerenciamento, definindo quem é responsável pelo tratamento e destino final dos resíduos. É dividido em lixo comercial, domiciliar, público, industrial, serviços de saúde, sistema de transporte, entulhos da construção civil, agrícola e eletrônico. Pergunta: para onde vai o lixo que produzimos no cotidiano na cidade onde moramos? Existem diferentes destinos do lixo: lixão, aterro controlado, aterro sanitário, incineração, compostagem e a reciclagem.
O Ministério das Cidades divulgou os números mais recentes do manejo de resíduos sólidos urbanos no Brasil, referentes a 2007. Com base em dados d…

Mudanças Climáticas, Produção Agropecuária e Agrometeorologia

* por Maurício Novaes Souza

Dados recentes apontam que o mundo enfrentará um crescente risco de mudanças climáticas bruscas e irreversíveis em função do aquecimento global mais forte que o previsto. Tal afirmação é resultado de que situação? Anos atrás, sob condições de população escassa e exploração industrial mínima, parecia que a Terra poderia ser o provedor inesgotável dos recursos naturais. Entretanto, a população cresceu, a industrialização se expandiu, as florestas foram destruídas, os solos erosionados, os depósitos minerais exauridos, o ar e a água se tornam cada vez mais poluídos, e cada vez mais estamos preocupados com as limitações dos recursos da Terra.
Paralelamente, existe uma grande necessidade de aumento na produção de alimentos, para atender aos crescentes aumentos populacionais e de consumo em função da melhoria da renda dos países emergentes, como aqueles que compõem o BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China). Para isso, é necessário que as perdas agrícolas e pastoris se…

Mudanças Climáticas e a Importância da Agrometeorologia na Produção Agropecuária

* por Maurício Novaes Souza


Anos atrás, sob condições de população escassa e exploração industrial mínima, parecia que a Terra poderia ser o provedor inesgotável dos recursos naturais. Entretanto, a população cresceu, a industrialização se expandiu, as florestas são destruídas, os solos erosionados, os depósitos minerais exauridos, o ar e a água se tornam cada vez mais poluídos, e cada vez mais estamos preocupados com as limitações dos recursos da Terra.

Paralelamente, existe uma grande necessidade de aumento na produção de alimentos. Para isso, é necessário que as perdas agrícolas e pastoris sejam minimizadas e a eficiência da produção agropecuária melhorada. Sabe-se que essa atividade é altamente dependente das condições do clima e do tempo em uma dada região. Entretanto, o aumento da produção de alimentos vem sendo feito por intermédio da exploração inadequada dos recursos naturais, prejudicando o ambiente, o solo, a água e o ar.

A Agrometeorologia é uma combinação de ciências físicas…

A Importância da Agrometeorologia na Produção Agropecuária

* por Maurício Novaes Souza

Anos atrás, sob condições de população escassa e exploração industrial mínima, parecia que a Terra poderia ser o provedor inesgotável dos recursos naturais. Entretanto, a população cresceu, a industrialização se expandiu, as florestas são destruídas, os solos erosionados, os depósitos minerais exauridos, o ar e a água se tornam cada vez mais poluídos, e cada vez mais estamos preocupados com as limitações dos recursos da Terra.

Paralelamente, existe uma grande necessidade de aumento na produção de alimentos. Para isso, é necessário que as perdas agrícolas e pastoris sejam minimizadas e a eficiência da produção agropecuária melhorada. Sabe-se que essa atividade é altamente dependente das condições do clima e do tempo em uma dada região. Entretanto, o aumento da produção de alimentos vem sendo feito por intermédio da exploração inadequada dos recursos naturais, prejudicando o ambiente, o solo, a água e o ar.

A Agrometeorologia é uma combinação de ciências físicas…

Disposição de Resíduos Sólidos Urbanos: uma questão de atitude

*por Maurício Novaes Souza

No início de novembro de 2009 a Prefeitura Municipal de Rio Pomba foi notificada pela Superintendência Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SUPRAM) a ter de isolar o “Lixão” da cidade. Terá de providenciar um novo local para a disposição dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU), popularmente chamados de “lixo”. Por força da lei, terá de construir um aterro dentro dos padrões exigidos pelos órgãos ambientais. O custo do empreendimento é elevado e a vida útil do aterro dependerá de seu manejo. Há de se considerar que essa vergonha reflete o descuido das administrações municipal anteriores. Na verdade essa não é uma vergonha exclusiva de nossa cidade, mas da maioria dos municípios brasileiros.

O lixo que produzimos pode ser dividido em: comercial, domiciliar, público, industrial, serviços de saúde, sistema de transporte, entulhos da construção civil, agrícola e eletrônico. E para onde vai o lixo que produzimos na cidade em qu…

Separar Política e Economia do Meio Ambiente é Evidenciar a Insustentabilidade do Modelo

* Por Maurício Novaes Souza

Em todo o mundo, nos gabinetes e escritórios onde se manipulam os complexos emaranhados que determinam os rumos do capitalismo, ninguém fala em mudança na ordem econômica mundial. Vai tudo muito bem, desde que grandes volumes de dinheiro continuem fluindo na direção das grandes empresas, entupindo os bancos e alimentando a indecência das mega-fortunas. Contudo, de fato, uma grande e decisiva virada precisa ser dada no modelo que hegemonicamente vem dando as cartas, sob pena de se abreviar a história da raça humana na Terra.

O “Sistema”, essa entidade invisível e todo-poderosa, faz a sociedade acreditar que é possível seguir consumindo ilimitadamente. Impõe como paradigma a necessidade de crescimento continuado e entroniza como sagrado um instrumento de aferição: o PIB (Produto Interno Bruto). A ordem é girar a roda da economia cada vez mais velozmente afirmando que é preciso consumir, investir, importar, exportar, lucrar... não importa…

O Princípio do Desenvolvimento Econômico associado ao princípio da preservação do meio ambiente: análises e reflexões das crônicas de Luc Vankrunkels

*Por Egídio Freitas de Morais Junior¹; Maria de Fátima Vieira Aguiar²; Maurício Novaes Souza³


Introdução

São muitas as evidências de que a ação antrópica interfere de forma drástica na natureza. Luc Vankrunkelsven consultor da Fetraf sul e da Wervell, em suas viagens pelo Brasil nos apresenta fatos vivenciados, junto aos agricultores da região sul do Brasil. Pretende-se com este trabalho colocar as questões de ordem jurídicas, de forma que, os leitores se identificando com o fato, pois o mesmo não é de exclusividade da região pesquisada, possam se valer das orientações de um especialista na área do direito, o Sr. Egídio Morais Freitas.
São raros os artigos, que de forma explícita, revelam às artimanhas do poder para favorecer uns poucos - a elite oligárquica. Sendo assim, apresentam-se os capítulos a seguir com intuito de esclarecer e orientar juridicamente os que trabalham com a biodiversidade na agricultura familiar.

A pobreza socioeconômica tem sido…

Rio Formoso

*Por Elaine dos Santos 1 e Maurício Novaes Souza


Tabuleiro é um município de MG, situado na Zona da Mata, às margens do Rio Formoso. Possui relevo montanhoso e seus principais rios são: Ribeirão Queira-Deus e o Rio Formoso, ambos pertencentes à Bacia do Rio Paraíba do Sul. Dentre um dos problemas da cidade, vale à pena ressaltar os impactos que vem sido causados no rio.

As principais causas são o esgoto a céu aberto, poluição urbana, poluição industrial, poluição causada pelos agricultores, poluição pelas pocilgas.

As consequências destes atos são visíveis: mortandade dos peixes, degradação das margens do rio, contaminação das águas, assoreamento entre outros.

Para se evitar que este problema aumente, é preciso que a população tenha consciência. Quanto aos esgotos, é preciso que haja tratamento, uma vez que este é lançado diretamente no rio. Devem-se revitalizar as margens do rio, já que a única vegetação encontrada é o capim braquiária.

É prec…

A exploração dos recursos naturais

Por Elviane de Paula 1, Tatiana da Silva 2 e Maurício Novaes Souza

Devido ao privilégio excessivo do nosso bem-estar, estamos acabando com os recursos naturais. Devemos estimular a educação ambiental como forma de aprendermos a preservar o sustento e a sobrevivência das novas gerações. Devemos parar de ser egoístas e pensarmos somente no presente. Devemos acreditar que podemos inovar sustentavelmente.

A exploração dos recursos naturais é bem crítica: perfuramos, cortamos árvores, explodimos montanhas, extraímos minerais, consumimos toda a água e exterminamos animais, fazendo tudo isso por luxo, não por questão de sobrevivência. Não sabemos usar o suficiente. Por esse fato, ultrapassamos os limites do crescimento e estamos pondo em risco nossos recursos naturais.

As políticas públicas não se importam com as riquezas naturais que nossa terra oferece. Verificam-se medidas que visam à exploração máxima dos recursos. Para minimizar, vêm sendo implantados projetos como reciclagem e recuperaçã…

Gestão e preservação dos recursos naturais: estratégia para o desenvolvimento sustentável

Por Maurício Novaes Souza1 e Camilo Silva Cantanhede2

Durante o período das chamadas “Revolução Industrial” e “Revolução Verde”, em todo o mundo, não houve preocupação com as questões ambientais. Isso porque os recursos naturais eram abundantes e a poluição não era foco da atenção da sociedade industrial e intelectual da época. Com o crescimento acelerado e desordenado da produção e da população humana mundial, que resultaram na aceleração dos impactos e degradação ambientais, o resultado que se tem é a escassez dos recursos naturais. Surge então, recentemente, o conflito da sustentabilidade dos sistemas econômico e natural, fazendo do meio ambiente um tema literalmente estratégico e urgente. O homem começa a entender a impossibilidade de transformar as regras da natureza e perceber a importância da reformulação de suas práticas ambientais.

Infelizmente, mesmo sabendo que toda a matéria-prima utilizada nos processos produtivos é proveniente da natureza, a importâ…

Gerenciamento da sustentabilidade do projeto como processo auxilia de planejamento e execução

Imagem
* Por Anna Sophia Barbosa Baracho



A busca de um produto que seja desenvolvido de forma sustentável nas esferas econômica, social e ambiental já faz parte do escopo de muitas empresas que produzem estratégias capazes de viabilizar as suas responsabilidades socioambientais, através de projetos específicos para a área ambiental, principalmente para aquelas potencialmente poluidoras. Mas apesar disso, ainda é comum profissionais perderem o controle do prazo e do custo – chegando a afetar a qualidade do(s) produto(s) – devido à má utilização ou falta de metodologias aplicadas no gerenciamento de seus processos.


A elaboração de projetos ambientais ainda é feita sem a devida sistematização das informações necessárias à implantação do projeto e resultados esperados: passagem pelas fases dos processos, das ferramentas e técnicas mais apropriadas para o planejamento e execução.
O devido acompanhamento dos projetos ambientais que garanta o princípio de sustentabilidade nos negócios deve ser focado…

CONSCIÊNCIA AMBIENTAL: ÉTICA NA PRÁTICA DO DIA A DIA

* Por Maria de Fátima Vieira Aguiar

Ter o conhecimento e colocá-lo em prática há uma diferença muito grande, principalmente no que se refere à utilização da água. Nossos hábitos culturais estão arraigados. Ariscamos muitas vezes a interromper processos nos quais necessitamos para dar continuidade a uma vida saudável. Desperdiçamos, consumimos exageradamente, colocamos em risco nossa saúde e a dos nossos semelhantes. Preferimos não olhar a nossa volta e continuar a caminhar como se nada pudesse nos impedir de viver. Mas sabemos da nossa fragilidade e interdependência. O que acontece conosco então?
Refletir sobre artigos que nos alertam sobre nosso comportamento em relação à utilização dos recursos naturais e escrever sobre os mesmos, tem como finalidade a Educação Ambiental. É uma forma de alertar o leitor de que, apesar de termos uma consciência reflexiva, nossas ações muitas vezes, não condizem com nosso conhecimento e necessidades. E para essa prática, escolhemo…

A superpopulação, o modelo de crescimento e a importância da consciência ambiental

* Por Maurício Novaes Souza1 e Maria Angélica Alves da Silva2

Durante o período das chamadas “Revolução Industrial” e “Revolução Verde” não havia preocupação com as questões ambientais. Isso porque os recursos naturais eram abundantes e a poluição não era foco da atenção da sociedade industrial e intelectual da época. Com o crescimento acelerado e desordenado da produção e da população humana mundiais, que resultaram na aceleração dos impactos e degradação ambientais, o resultado que se tem é a escassez dos recursos naturais. Surge então, recentemente, o conflito da sustentabilidade dos sistemas econômico e natural, fazendo do meio ambiente um tema literalmente estratégico e urgente. O homem começa a entender a impossibilidade de transformar as regras da natureza e perceber a importância da reformulação de suas práticas ambientais.
Cabe considerar o conceito “Limites do Crescimento” - de acordo com Marilena Lino de Almeida Lavorato, a humanidade está usando 20% a…