Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2016

A necessidade de cuidados especiais com os ecossistemas aquáticos e o saneamento básico!

Por Maurício Novaes Souza*
A edição de 2016 do Relatório Mundial das Nações Unidas para o Desenvolvimento de Recursos Hídricos é produzido pela ONU (Organização das Nações Unidas) para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em nome da ONU Água. Com o tema “A água e o emprego”, ele mostra que 78% dos empregos que constituem a força de trabalho mundial são dependentes dos recursos hídricos. Por tal importância, o Dia Mundial da Água foi criado pela ONU no dia 22 de março de 1992. Nesse dia, a cada ano, é destinada a discussão sobre os diversos temas relacionados a este importante bem natural. Indiscutivelmente, dada a gravidade em que se encontram (é bom lembrar do acidente que atingiu o rio Doce pela mineradora SAMARCO/VALE), devem ser priorizados os cuidados com os recursos hídricos! A crise de água atingiu muitas regiões do planeta e os conflitos resultantes de seu uso múltiplo redobram-se. Inúmeras são as previsões relativas à escassez de água, em consequência da desconsideração…

As Olimpíadas do Brasil, a mensagem ambiental e a eterna promessa política

* Por Maurício Novaes Souza e Maria Lucia Simões
O Brasil passou a sediar a partir dessa sexta-feira (05.08.2016), na cidade do Rio de Janeiro, a primeira Olimpíada a ser realizada na América do Sul. Seus jogos serão disputados por quase onze mil atletas de 205 países. A cerimônia de abertura foi realizada no Maracanã, com o desfile das delegações e esportistas. Estádio lotado, a cerimônia de abertura foi elogiada nacional e internacionalmente pela imprensa e a quem a assistiu ao vivo e a cores ou pela mídia eletrônica, e culminou com a pira olímpica sendo acesa por Vanderlei Cordeiro de Lima, exímio e vitorioso corredor brasileiro. Seu término será dia 21.08.2016.
Esse breve relato para entender a importância de uma Olimpíada, é para informar que sua realização tem a periodicidade de quatro anos. Em 2012 a sede foi em Londres. As Olimpíadas, ou Jogos Olímpicos, constituem nos dias atuais um dos eventos mais populares e prestigiados em todo o mundo. Foram revitalizadas no final do sécul…

ÁRVORES E ARBUSTOS COMPROVADAMENTE TÓXICOS PARA ANIMAIS RUMINANTES E EQUINOS

* Silvane de Almeida Campos

No Brasil existem 5,4 milhões de equinos (IBGE, 2014). Nas propriedades rurais, estes animais são utilizados em atividades de produção, trabalho, transporte como montaria, esportes, entre outras. Desta forma, possuem importância fundamental na agricultura e pecuária. O setor de equinocultura vem apresentando um crescimento expressivo de competições, leilões e turismo (ANUALPEC, 2012). Com relação aos animais ruminantes, dados do IBGE de 2014 demonstram que o Brasil possui 212,3 milhões de bovinos, 17,6 milhões de ovinos, 8,8 milhões de caprinos e 1,3 milhão de bubalinos. Estes animais exercem papel importante, devido a sua capacidade de converter materiais não utilizáveis pelo homem em produtos de origem animal (carne, leite) de elevado valor biológico em função da ação fermentativa microbiana em seu trato gastrintestinal (SILVA et al., 2010). Sendo assim, os ruminantes têm grande contribuição na produção pecuária e de seus derivados para atender a crescente…