Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Gerenciamento da sustentabilidade do projeto como processo auxilia de planejamento e execução

Imagem
* Por Anna Sophia Barbosa Baracho



A busca de um produto que seja desenvolvido de forma sustentável nas esferas econômica, social e ambiental já faz parte do escopo de muitas empresas que produzem estratégias capazes de viabilizar as suas responsabilidades socioambientais, através de projetos específicos para a área ambiental, principalmente para aquelas potencialmente poluidoras. Mas apesar disso, ainda é comum profissionais perderem o controle do prazo e do custo – chegando a afetar a qualidade do(s) produto(s) – devido à má utilização ou falta de metodologias aplicadas no gerenciamento de seus processos.


A elaboração de projetos ambientais ainda é feita sem a devida sistematização das informações necessárias à implantação do projeto e resultados esperados: passagem pelas fases dos processos, das ferramentas e técnicas mais apropriadas para o planejamento e execução.
O devido acompanhamento dos projetos ambientais que garanta o princípio de sustentabilidade nos negócios deve ser focado…

CONSCIÊNCIA AMBIENTAL: ÉTICA NA PRÁTICA DO DIA A DIA

* Por Maria de Fátima Vieira Aguiar

Ter o conhecimento e colocá-lo em prática há uma diferença muito grande, principalmente no que se refere à utilização da água. Nossos hábitos culturais estão arraigados. Ariscamos muitas vezes a interromper processos nos quais necessitamos para dar continuidade a uma vida saudável. Desperdiçamos, consumimos exageradamente, colocamos em risco nossa saúde e a dos nossos semelhantes. Preferimos não olhar a nossa volta e continuar a caminhar como se nada pudesse nos impedir de viver. Mas sabemos da nossa fragilidade e interdependência. O que acontece conosco então?
Refletir sobre artigos que nos alertam sobre nosso comportamento em relação à utilização dos recursos naturais e escrever sobre os mesmos, tem como finalidade a Educação Ambiental. É uma forma de alertar o leitor de que, apesar de termos uma consciência reflexiva, nossas ações muitas vezes, não condizem com nosso conhecimento e necessidades. E para essa prática, escolhemo…

A superpopulação, o modelo de crescimento e a importância da consciência ambiental

* Por Maurício Novaes Souza1 e Maria Angélica Alves da Silva2

Durante o período das chamadas “Revolução Industrial” e “Revolução Verde” não havia preocupação com as questões ambientais. Isso porque os recursos naturais eram abundantes e a poluição não era foco da atenção da sociedade industrial e intelectual da época. Com o crescimento acelerado e desordenado da produção e da população humana mundiais, que resultaram na aceleração dos impactos e degradação ambientais, o resultado que se tem é a escassez dos recursos naturais. Surge então, recentemente, o conflito da sustentabilidade dos sistemas econômico e natural, fazendo do meio ambiente um tema literalmente estratégico e urgente. O homem começa a entender a impossibilidade de transformar as regras da natureza e perceber a importância da reformulação de suas práticas ambientais.
Cabe considerar o conceito “Limites do Crescimento” - de acordo com Marilena Lino de Almeida Lavorato, a humanidade está usando 20% a…

A importância da consciência e da gestão ambiental para o desenvolvimento sustentável

* Por Maurício Novaes Souza

Durante o período das chamadas “Revolução Industrial” e “Revolução Verde” não havia preocupação com as questões ambientais. Os recursos naturais eram abundantes e a poluição não era foco da atenção da sociedade industrial e intelectual da época. A partir da escassez dos recursos naturais, somado ao crescimento desordenado da população mundial e intensidade dos impactos ambientais, surge o conflito da sustentabilidade dos sistemas econômico e natural, fazendo do meio ambiente um tema literalmente estratégico e urgente. O homem começa a entender a impossibilidade de transformar as regras da natureza e a importância da reformulação de suas práticas ambientais.
De acordo com Marilena Lino de Almeida Lavorato, a humanidade está usando 20% a mais de recursos naturais do que o planeta é capaz de repor. Ou seja, ou limites do crescimento não foram observados, ultrapassaram-se a capacidade de suporte, de autodepuração e de regeneração dos sistemas. Assim, estão-se ava…

O QUE É GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E QUAL A RELAÇÃO COM O TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO?

* por Claudemir Aparecido Neto Garcia1 e Maurício Novaes Souza



Nos dias atuais é gerada uma carga extremamente elevada de resíduos. Como agravante, milhares de toneladas de resíduos sólidos são muitas vezes despejados no meio ambiente diariamente, trazendo, dessa forma, drásticas consequências.
Providências urgentes têm que ser tomadas para reverter esse quadro, e a necessidade de mudança de conceitos e formas de tratar o assunto é premente para que sejam alcançados melhores resultados no manejo dos resíduos sólidos, principalmente na disposição final, segmento em que os dados são mais alarmantes.
A Gestão de Resíduos Sólidos (GRS) é um conjunto de atitudes (comportamentos, procedimentos, propósitos) que apresentam como objetivo principal, a eliminação dos impactos ambientais negativos, associados à produção e à destinação do lixo. Na ausência do gerenciamento de resíduos sólidos, a produção e a destinação do lixo podem conduzir aos seguintes problemas, entre vários outros: contamina…

Cuidados importantes e medidas preventivas nas primeiras chuvas da primavera

* Por Maurício Novaes Souza

Durante a temporada seca nos esquecemos dos problemas associados aos excessos de chuvas ocorridos nos anos anteriores. Ao final de 2008 e início de 2009, em vários Estados e regiões do Brasil, aconteceram sérios desastres ambientais. As principais causas estão associadas à precipitação pluviométrica elevada e concentrada em um curto período de tempo. Apesar dos esforços das Prefeituras e de todos os serviços de prevenção, as consequências são: deslizamentos de encostas, extravasamento dos córregos e dos rios, destruição de estradas, soterramento e inundação de cidades e fazendas, famílias desabrigadas, carros alagados, queda de árvores e postes, partes da cidade sem o fornecimento de energia, trânsito caótico; que resultam em perdas humanas e materiais.
Nas áreas urbanas os problemas quase sempre são dramáticos. Quais são os principais fatores que agravam essa situação? Construções em locais inadequados, como nas encostas e nas margens…

O PARADIGMA DA NOVA CONCEPÇÃO DE MUNDO

Imagem
Este artigo tem a intenção de apresentar conceitos relativos à "Ecologia Profunda". É uma nova linha de estudo dentro da Ecologia, que visualiza um mundo diferente daquele que estamos vivendo. Tradicionalmente, estamos acostumados com o modelo capitalista, onde o individual egoísta supera os ideais coletivos, e a ética deixou de ser uma condição básica ou um princípio fundamental. O novo modelo, ou paradigma, chamado de visão holística, concebe o mundo como um todo integrado, em uma rede de fenômenos interconectados e interdependentes, e não uma superposição de partes dissociadas. Pretende-se, dessa forma, podermos atingir o tão discutido “Desenvolvimento Sustentável”. Essa deve ser a principal proposta nos dias atuais, e o nosso maior objetivo (SOUZA, 2008).


Recebi um artigo do Físico Maurício da Silva enviado pelo amigo Fábio Oliveira (blog: http://fabioxoliveira.blog.uol.com.br/, intitulado "O PARADIGMA DA NOVA CONCEPÇÃO DE MUNDO". O artig…

A INCONSCIÊNCIA ECOLÓGICA

Questionamento 2: comentei que em alguns dias de nossas vidas nos deparamos mais questionadores... e que hoje acordei questionando o modelo de desenvolvimento em que estamos vivendo. Na tentativa de entender, comecei a pensar o modelo educacional e o comportamento das Instituições de ensino e pesquisa de nosso país... e talvez de todo o mundo, particularmente nos itens prioridades e relevância de seus projetos e investimentos em pesquisas. Como ponto de partida, e tendo por base os conteúdos das disciplinas que leciono, perguntei-me: se o mundo evoluiu tanto, com tanta tecnologia e capital disponíveis, por que persiste tamanha miséria e degradação sócio-ambiental?Ao abrir meus e-mails, recebi um artigo do Físico Maurício da Silva enviado pelo amigo Fábio Oliveira (blog: http://fabioxoliveira.blog.uol.com.br/, intitulado "A ENTROPIA NA PSIQUE HUMANA".

Ao lê-lo, penso que respondeu, ao menos em parte, meus questionamentos... como em um fragmento onde retrata a pobreza humana: &…

A entropia na psique humana

Imagem
Alguns dias de nossas vidas nos deparamos mais questionadores. Hoje acordei questionando o modelo de desenvolvimento em que estamos vivendo. Na tentativa de entender, comecei a pensar o modelo educacional e o comportamento das Instituições de ensino e pesquisa de nosso país... e talvez de todo o mundo, particularmente nos itens prioridades e relevância de seus projetos e investimentos em pesquisas. Como ponto de partida, e tendo por base os conteúdos das disciplinas que leciono, perguntei-me: se o mundo evoluiu tanto, com tanta tecnologia e capital disponíveis, por que persiste tamanha miséria e degradação sócio-ambiental?

Ao abrir meus e-mails, recebi um artigo do Físico Maurício da Silva enviado pelo amigo Fábio Oliveira (blog: http://fabioxoliveira.blog.uol.com.br/, intitulado "A ENTROPIA NA PSIQUE HUMANA". Ao lê-lo, penso que respondeu, ao menos em parte, meus questionamentos... como em um fragmento onde retrata a pobreza humana: "O pobre homemóide se vangloria do se…

A PROIBIÇÃO DE PENSAR

O presente artigo eu recebi do meu amigo Fábio Oliveira (Visite o seu blog: http://fabioxoliveira.blog.uol.com.br/). O artigo é do Prof. Luís Carlos Lopes, autor de diversos livros, entre eles, o "Culto às Mídias". Considerando o momento de alienação em que nossa sociedade vive, fiz algumas adaptações ao texto e penso que reflete bem a situação atual. O que podemos fazer? O direcionamento está ao final desse artigo... mas a resposta precisa ainda não sabemos exatamente ... o que e como fazer? Nem mesmo nossas Instituições de Ensino... apesar das inúmeras alternativas que o "progresso" nos proporciona, não estão preparadas para enfrentar essa dura realidade... ou pior, o modelo está sendo, por elas, retroalimentado. Quais seriam, então, as perspectivas?

Há de se considerar que, no mundo moderno, as possibilidades de esclarecer são infinitamente maiores do que no passado. Todavia, os meios do esclarecimento são os mesmos que servem para produzir descerebrados, pessoa…