“Um planeta faminto”


* Débora Ribeiro Gonçalves

Introdução:

Originalmente desenvolvido pela Basf, o vídeo, “Um planeta faminto e a Agricultura Brasileira”, divulga diferentes dados sobre o agronegócio brasileiro, ressaltando sua importância para o nosso país, e inclusive em nível global, além de fazer uma homenagem aos nossos agricultores.

Desenvolvimento:

Segundo dados da Empresa Brasileira de Agropecuária (Embrapa), a produtividade brasileira aumentou em 2,5 vezes de 1976 a 2010. Seria fantástico imaginar tal fato se não soubéssemos que o avanço desenfreado da produção agrícola tradicional, causa desastrosos impactos ambientais.

É curioso assistir a um vídeo desenvolvido por uma indústria de Agrotóxicos, que fala sobre energias renováveis, preservação da vegetação nativa e desenvolvimento sustentável. É preciso produzir sim, a demanda por alimentos é cada vez maior. Mas até quando dessa forma? Até quando o “planeta aguentará” se desenvolver de acordo com a sustentabilidade proposta pela Basf?

“Obrigado Agricultor”! Bela homenagem... porém ilusória. Além de “esmagar” o pequeno agricultor, favorecendo as grandes empresas a dominarem o mercado, o agronegócio, pouco favorece a diminuição dos índices de pobreza e fome.

Conclusão:

Acredita-se que o Brasil tenha terras e agricultores suficientes para atender a demanda mundial por alimentos, de forma realmente sustentável. Trabalhando lado a lado a produtividade, a preservação da biodiversidade dos agroecossistemas e a questão ético social, é possível garantir alimentos de qualidade e elevado padrão de vida a todos nós e às nossas gerações futuras. Aposta-se no que até hoje é chamado por muitos de novo paradigma, a Agroecologia!


Aluna: Débora Ribeiro Gonçalves

Curso: Bacharel em Agroecologia

Disciplina: Agrometeorologia

Professor: Maurício Novaes

Período: 2° - 2011

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ÁRVORES E ARBUSTOS COMPROVADAMENTE TÓXICOS PARA ANIMAIS RUMINANTES E EQUINOS